domingo, 8 de maio de 2011

Mãe

Eu não sei ao certo se quero ser mãe ou não. Parte dessa incerteza é resultado de um pouco de medo também! Medo de não conseguir ser para os meus filho uma mãe tão boa quanto a minha. Mas acho que se for metade do que a minha mãe é, já seria um grande feito, pois mãe como Dona Rejane não se encontra fácil não.

Minha mãe sempre foi pra mim um exemplo de dedicação, de força, equlíbrio, sabedoria e amor! MUITO AMOR! Nela eu tenho muito mais do que uma mãe. Eu tenho uma amiga, uma confidente, uma psicóloga, alguém pra vibrar com cada conquista minha, alguém pra puxar minha orelha, um ombro, um porto seguro! No Blog Clube do Ninho vazio, ela postou um texto LINDO e colocou um link para um comercial da Renner em homenagem às mães. Lindo o VT, falando sobre todas as fases que a mãe passa com seus filhos. Vale a pena dar uma conferida.

Mãe, obrigada por tudo! Obrigada por ter sido a melhor mãe do mundo! (E nao adianta ninguém reclamar! A melhor mãe do mundo é a minha  e pronto!). Obrigada por todas as noites em claro, por todos os cuidados, por todos as historinha lidas na hora de dormir, por todas as conversas, por todos os conselhos, por toda a dedicação, todo o amor, todo o carinho, todos os "nãos" nas horas certas, todas as vezes que você me fez refletir, obrigada por todas as discussões, na hora no almoço sobre música, política, história, artes, filosofia, jogos, obrigada por ter me ensinado a gostar do Beatles (esse mérito dividido com meu super pai tamém), por compartilhar comigo o amor pelos livros, pelos filmes, obrigada por todas as... meu deus... podia passar um dia inteiro aqui falando de todas as qualidades, todas as coisas maravilhosas que passamos juntas nesses xx anos (minha idade não interessa).

É o segundo ano que passamos datas importantes separadas, mas é o preço que se paga quando corremos atrás dos nossos sonhos, e por isso também sou grata a você! Por compreender e apoiar o meu sonho!

TE AMO MUITO! TE AMO SEMPRE! SIMPLESMENTE TE AMO!