segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Encontro Quebec no Parque

Só divulgando mais uma vez, para quem é de Recife e redondezas (As vezes nem tão das redondezas assim, né Lidi e Jr?), temos um grupo que se encontra algumas vezes por ano no Parque da Jaqueira.

Temos também um grupo de e-mail onde marcamos os encontros e trocamos informaçôes!


Aos recifenses que estão dominando o Québec hahahahahaha uni-vos!!

O Próximo encontro será no dia 20 de setembro, às 14h, no Parque da Jaqueira, atrás da igrejinha (Entrada pela Rua Ruy Barbosa). Levem um pratinho e/ou refri e vamos comemorar os novos CSQ's e trocar experiências, conhecer pessoas e fortalecer as amizades com aqueles que serão nossa família no Canadá!!

domingo, 23 de agosto de 2009

[OFF Topic] LUTO - Grão - Mestre Chiu Ping Lok



Gostaria de deixar aqui a minha homenagem ao Grão- Mestre Chiu Ping Lok, ou Mestre Lope como é conhecido. Ele foi o pioneiro do kung fu no Brasil e criador do estilo Fei Hok Phai (Escola do Sul) da qual sou praticante há 7 anos. Ontem o nosso Grão-mestre e pai veio a falescer. Gostaria de agradecer a toda família Fei Hok Phai e ao nosso eterno Mestre por tudo o que ele fez pelo Kung fu no Brasil e no mundo e por cada um de nós, a quem considerava filhos. Pode ter certeza que daremos continuidade ao seu trabalho, honrando sempre os princípios das artes marciais ensinados pelo senhor.

Muita saudade.

Rossana



Histórico:




Chiu Ping Lok nasceu na província de Cantão, ao sul da China e aos quatro anos começou sua prática na arte marcial chinesa do Kung Fu com seu tio Sam – Um. Na China cada distrito possui um instrutor de arte marcial, que ensina a seus moradores, sendo pago pelo próprio distrito, e foi assim que Chiu Ping Lok, apesar da pouca idade, além de praticar Kung Fu ainda ajudava na sua divulgação. Aos 8 anos recebia suas primeiras de pintura de seu tio Tam sai Sil, completando seu desenvolvimento artístico com outras formas de expressão, como teatro e música.

Aos 15 anos por questões políticas Chiu Ping Lok e sua família saíram da China e passaram a residir em Hong Kong (na época protetorado britânico). Foi lá que o talento desse jovem tomou novos rumos, enriquecendo-se pelo contato com outras modalidades de expressão artística e artes marciais que acentuariam sua formação. Foi também em Hong Kong, que veio a entrar em contato com o Tai Chi Chuan e aprofundou-se nos conhecimentos dessa arte, embora nessa época, achasse aquela movimentação muito lenta e carente de ação. Também teve noções de acupuntura chinesa com mestre Hui, e de Yoga com um grupo Hindu, que excursionou pela região.

Chiu Ping Lok sentiu os benefícios da milenar arte da Índia, com relação a sua importância no sistema corporal cardiovascular assim como atividade relaxante, sobre tudo quando praticado após a movimentação do Kung Fu. Mestre Man Sim amigo de seu tio, um instrutor cego, que justamente devido a sua deficiência, desenvolveu e aprendeu a transmitir uma sensibilidade quase extra sensorial. Com ele Chiu Ping Lok aprimorou sua percepção num grau muito mais alto e refinado. Outras pessoas de destaque influenciaram no seu desenvolvimento foram: Mestre Lam Fei Hung, conhecido como Ti Tao Hung (cabeça de Ferro) , praticante de Hung Gar, que em demonstrações era capaz de entortar três barras de ferro e depois desentortá-las , batendo na cabeça que era calva. Mestre Hum Mil Sin , do estilo Mo Gar, e o velho Sin Pak, muito bom em técnicas de Si Mei Kwan (bastão rabo de rato) e Pa Kua Kwan, além de técnicas Noi Kun (chamado de Kung Fu divino, por enfatizar a energia interna). O que muito contribuiu para a riqueza e variedade de sua formação marcial, foi Ter um colega, cujo pai trabalhava em uma industria cinematográfica, aonde pode adquirir muita experiência em vários estilos e métodos de combate, treinando e atuando como figurante em vários filmes chineses. Em 1961, com 24 anos, Chiu Ping Lok, chegava ao Brasil, para em seguida ir aos Estados Unidos, aonde junto com a família pretendiam fixar residência. Contando com apenas com o auxilio de seu tio, no Brasil teve que superar o choque cultural existente entre o oriente e o ocidente. Com ajuda de um amigo foi aprendendo nosso idioma. A adaptação foi se dando de forma natural, e a receptividade e o calor humano do povo brasileiro foi conquistando o jovem chinês que então já dava aulas de Kung Fu, todos os finais de semana, no centro social Chinês de São Paulo (1963), aos chineses residente no local. Então suas qualidades de mestre, foram mais fortes que as diferenças raciais e culturais.

Chiu Ping Lok foi o primeiro pioneiro da Arte Folclórica Chinesa da Dança do Leão e representante da International Dragon and Lion Dances Association Limited (Associação Internacional de Dança do Leão e Dragão Ltda) no Brasil desde 1961. Em 1969 inaugurou a Academia Tai Chi Yoga e Kung Fu, na rua Catequese 72 em Santo André, São Paulo, sendo a primeira academia de Kung Fu registrada no país, onde ficou até em 1974. Em 1974 fechou a academia e passou a dar aulas no Clube dos Alemães, também em Santo André aonde ficou até em 1980. Em 1980, inaugurou a atual Academia Tai Chi, na rua Santo André 662, com o prédio ainda em construção, dando apenas aulas de Kung Fu na garagem do prédio. O prédio só ficou pronto em 1984. A Associação Fei Hok Phai, foi fundada em 1º de agosto de 1986 no prédio da academia Tai Chi, onde funciona até hoje.



http://www.feihokphai.com.br

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Canada Direto

Recife já é responsável por 30% dos emigrantes que saem do Brasil para o Canadá, sendo a segunda cidade brasileira a mandar mais gente pra lá, ficando atrás apenas de São Paulo. É sobre esses e outros assuntos que o programa Canadá Direto dessa semana fala. Entrevitas feitas com um recifense que já mora em Montreal há 9 meses, com a minha pessoa (rsrs) e com a Soraya Tandel ilustram essa matéria de Bianca Saia e Hector Vilar.

É só conferir

http://www.rcinet.ca/rci/po/

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

[Off Topic] Entrevista com Richard Dawkins

Me perdoem as pessoas que lêem esse blog e que se sintam ofendidas com essa entrevista, mas eu tinha que postar.

Veiculada em duas partes no programa Milênio, da Globo News, Silio Bocanera entrevista Richard Dawkins, biólogo darwinista, ateu (como eu) e, na minha opinião, um dos maiores gênios da atualidade. Sou fã de carteirinha dele, dos seus livros e da sua maneira de explicar e encarar a vida. Não posso dizer que ele mudou a minha vida, pois sou atéia há mais de dez anos, mas ele conseguiu colocar e palavras tudo o que eu penso e sinto e ainda virou bestseller! Há se eu tivesse tido essa idéia hahahahahaha

Enjoy it!





terça-feira, 18 de agosto de 2009

Parabéns!!



Alow!! Gostaria de Parabenizar a todos os meus amigos e colegas que conseguiram seus CSQs nesta rodada de Salvador e desejar boa sorte aos que ainda vão para a entrevista. Pelo que soube, essa rodada de Salvador foi bem tranquila, sem traumas com a entrevsitadora, que disseram ser ótima!

Queria dar parabéns especial ao meu super professor de Kung fu, Alysson, e sua esposa, Simone que fizeram a entrevista ontem e a Daysinha e Rubens que fizeram hoje!!

Tô super feliz por eles e por todos os outros!! E ainda vou poder carregar meu professor de kung fu comigo, vê, que perfeitooooo! hahahahahaha

Nunca mais eu deixo de treinar!! U-huuuuuuu

sábado, 15 de agosto de 2009

Fica a dica - EDUCANADA 2009


Para quem ainda está aqui no BR, fica a dica da EDUCANADA

http://www.educanada.com.br


SAO PAULO: 12 e 13 de setembro
BRASILIA: 16 de setembro
RECIFE: 19 de setembro


sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Validação de Diploma

Bem, sei que não tem nada a ver comigo e, mesmo sendo o propósito do blog apenas registrar minha caminhada rumo ao Canadá, ele acaba sendo um pouquinho informativo e ajudando um pouquinho algumas pessoas que passam por aqui, vou postar aqui o resultado de uma pesquisa que fiz para uma amiga que estava sem internet e desesperada (rsrsrsrs).


VALIDAÇÃO DO DIPLOMA DE ARQUITETO PARA IMIGRANTES
>
> "É necessário ser membro da Ordem dos Arquitetos de Québec para
ter o direito de praticar a profissão e utilizar o título de
arquiteto" - OAQ - L'Ordre des Architectes du Québec.
>
> "Não é necessário ter obtido a certificação ou ser admitido como
membro de uma associação provincial para trabalhar em um escritório
de arquitetura no Canadá. Contudo, é proibido se designar como
arquiteto ou agir como tal antes de se tornar um membro de uma
associação provincial." - CCCA - Conseil Canadien de Certification en
Architecture.
>
> ETAPAS A SEGUIR:
>
> 1- AVALIAR AS QUALIFICAÇÕES UNIVERSITÁRIAS
>
> Através do CCCA (Conselho Canadense de Certificação em
Arquitetura). Uma vez que foi enviada a documentação necessária, o
candidato deverá esperar, no mínimo, por 3 meses antes de sua demanda
ser avaliada e que seja informado dos resultados.
> Os membros do Conselho decidirão se as qualificações acadêmicas
do candidato batem com as exigências da norma canadense de formação
acadêmica para a admissão em uma associação provincial de arquitetura
no Canadá.
> Os resultados podem ser:
> . As qualificações são conforme às exigências da norma de
formação do Canadá, então um certificado é emitido ao candidato;
> . O Candidato deverá fornecer informações adicionais sobre sua
formação acadêmica;
> . A documentação não é suficiente para que o comitê possa
completar sua avaliação e convoca o candidato a uma entrevista;
> . O Comitê de Avaliação julga que as qualificações acadêmicas do
candidato não são conformes, em certos setores de estudos, às
exigências da norma de formação canadense e o candidato deverá
completar suas aulas aprovadas pelo CCCA;
> . As qualificações acadêmicas do candidato não são conformes às
exigências da norma de formação do Canadá e CCCA.
>
> DOCUMENTOS PARA A DEMANDA DO CCCA:
>
> 1- Formulário de demanda preenchido;
> 2- Histórico escolar original ou cópia autenticada*, que indique
o resultado obtido em cada matéria em todos os anos completos no
programa do curso de arquitetura. Quando é solicitado ao candidato
refazer os estudos pós secundários como exigência de admissão, um
histórico escolar do segundo grau também o é igualmente exigido;
> 3- Cópia autenticada* da tradução oficial juramentada dos
históricos escolares, caso os originais não sejam em inglês ou
francês;
> 4- Cópia autenticada* da tradução oficial de todos os diplomas,
mesmo nos casos onde sua obtenção é mencionada em um outro documento
como, por exemplo, no histórico escolar;
> 5- Cópia autenticada* da tradução oficial juramentada dos
diplomas, caso estes não forem originalmente em francês ou inglês;
> 6- Anuário Oficial da Universidade ou cópia autenticada*,
contendo uma descrição completa de todos os programas de estudos;
> a. É muito importante que este anuário corresponda ao período em
que estudou e que contenha os seguintes elementos:
> i. A descrição de cada um dos cursos do programa;
> ii. Número de horas em ensino em sala de aula e nos
trabalhos em atelier ou laboratório conferido a cada curso;
> iii. Número de semestres em um ano universitário;
> iv. Número de semanas por semestre.
> 7- Cópia autenticada* da tradução oficial e juramentada do
anuário da universidade caso este não seja originalmente em francês
ou inglês;
> 8- Lista dos trabalhos acadêmicos de concepção assim como uma
breve descrição de cada. Trabalhos em grupo não são aceitos;
> 9- Coleção dos trabalhos de atelier de concepção. Não é
obrigatório submeter esse documento no momento do envio de sua
demanda de avaliação ao CCCA. Em conseqüência recomenda-se aos
candidatos que querem acelerar o exame de seu dossiê fornecer este
documento no momento onde eles farão a demanda de certificação.
> a. A coleção deve ser constituída de cópias (não originais)
de trabalhos individuais produzidos em atelier de concepção no curso
normal de arquitetura. Esta coleção deve compreender o projeto de fim
de estudos e/ou dois outros projetos executados ao longo dos dois
últimos anos do programa.
> b. Dimensionamento dos documentos: de 8 ½" x 11" à 11"x17"
dobrado em 8 ½"x11". Representação: encadernação "mecânica" e capa
flexível.
> 10- Cheque ou mandat-poste no valor de 1.123,50$ (1.050,00$ + 7%
TPS) pagável à Ordem do Conselho Canadense de Certificação em
Arquitetura.
>
> * - Cópia autenticada por uma casa de ensino, um tabelião, um
advogado ou um comissário de juramentação.
>
> 2 - FAZER O ESTÁGIO
>
> Para se obter uma permissão de arquiteto, é necessário um estágio
profissional de 5.600 horas, ou seja, o equivalente a 3 anos de
trabalho a tempo pleno. A Ordem pode reconhecer, em matéria de
trabalho profissional, a experiência dos candidatos imigrantes. Para
este fim, você deve submeter sua experiência de trabalho e, após uma
verificação pela OAQ, esta poderá creditar até 1.880 horas, ou seja,
um ano de estágio.
>
> 3 - PASSAR NO EXAME DE ADMISSÃO
>
> Este exame, responde às exigências de um acordo de reciprocidade
entre os organismos de concessão de permissões para arquitetos no
Canadá e USA. Trata-se do exame norte americano ARE (Architect
Registration Examination) preparado conjuntamente pelo NCARB
(National Council of Architectural Registration Boards) e o CCAC
(Comitê des Conseils d'Architecture du Canadá).
> A Ordem dos Arquitetos do Québec decidiu, a partir do outono de
2007, elaborar uma nova fórmula de exame de admissão. Remodelado
quanto ao seu conteúdo, à sua forma e à sua administração, o novo
exame da Ordem se concentrará sobre a avaliação dos conhecimentos
adquiridos durante o estágio de 3 anos.
>
> 4 - CONHECER A LÍNGUA FRANCESA
>
> Em virtude das leis québecoises, mais precisamente da Carta da
língua francesa e do código de profissões, todo profissional no
Québec deve possuir um conhecimento da língua francesa apropriado ao
exercício de sua profissão.
>
> 5 - ESTAR INSCRITO NA BANCA DA ORDEM DOS ARQUITETOS
>
> Para ter o direito de portar o título de arquiteto e exercer esta
profissão no Québec, faz-se necessário de início se submeter a uma
demanda de permissão de arquiteto, fornecer as informações requeridas
para a inscrição na banca da Ordem, absolver a contribuição
profissional e satisfazer às exigências relativas ao compromisso de
responsabilidades profissionais. A demanda deve ser efetuada sobre o
formulário necessário.
> A inscrição à banca da Ordem deverá ser renovada todo ano, assim
como o compromisso de responsabilidades profissionais.
>
>
> Fontes: sites oficiais do Conseil Canadien de Certification en
Architecture e L'Ordre dês Architectes du Québec.

Para treinar o ouvido

Gente, para você que está em casa, jogando paciência no PC, é bom daruma escutada nas rádios canadenses.

http://rciviva.ca/
Rádio Canada Internacional - Vários podcasts em francês e Inglês.

http://www.radioenergie.com
- Radio Energie

To ouvindo a RCI, em francês, nesse momento. Muito legal. Dá pra compreender muuuuuuuuuuito bem!

Fica a dica

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

I'm a Canadian

Peças publicitárias de uma campanha da Cerveja Molson Canadian.
Os videos estão muito interessantes!


I AM Canadian


I am Canadian Anthem

sábado, 1 de agosto de 2009

Enfim, o visto!!

Gente, nem sei o que dizer. A emoção é "dimaaaaaaaix"!

Hoje, depois de exatos 465 dias de processo, depois de anos de pesquisa, de sonhos, de expectativa, de esforço, neurônios queimados, o meu processo de imigração chega ao FIM!

Hoje, um sábado de sol do in(f)verno recifense, eu recebi o meu passaporte com o visto de imigrante! A felicidade não podia ser maior. Eu não sei nem explicar o sensação. Quem me conhece há anos sabe que morar no Canadá é um sonho de adolescente. No começo era só isso mesmo. Pois decidi morar no Canadá quando tinha 15 anos hehehehe
Mas com o tempo a idéia amadureceu e agora se concretizou!

Acaba uma etapa e agora começo a próxima. Começar a organizar as coisas e aproveitar os últimos 5 meses em terras canarinhas!!

É isso meus amigos!! Obrigadinha a todos pela torcida!!!

Bisous