domingo, 27 de janeiro de 2008

Immigrants earn more in small towns

Salut mes amis!!

Engraçado! Hoje pela manhã, eu estava navegando no google earth (ou seria bisbilhotando? hahaha) e pensando na minha vida. Pensando se Laval seria mesmo uma boa opção, se eu não deveria procurar uma cidade menor... OH dúvida cruel!! Laval é a minha primeira opção, mas como certeza eu só tenho uma na minha vida (a de que ao pó retornarei um dia), então vamos pesquisando e pondo em uma balança todos os prós e contras de cada cidade... eu sei que falaram na canadaimmigration hoje em Victoria e Drummond (ambas mais ou menos no meio do caminho entre Montreal e Ville du Quebec) e eu fui dar uma olhada nas cidades... via satélite me pareceram simpáticas hahahahahaha
Mas c'est ça... o martelo não foi batido ainda, e por enquanto quem lidera é Laval mesmo, mas nunca se sabe onde as águas desse rio vão me levar. O fato é que, novamente na Canadaimmigration saiu esse artigo agora à noite. Será um sinal? uhauhauahuhauha
Não acredito nisso, mas achei o artigo interessante.

Enjoy IT!

Where immigrants choose to plant new roots in Canada appears to
affect how much they earn, a new study on the economic integration of
immigrants reveals. The Statistics Canada report, published yesterday
in Perspectives on Labour and Income, says that most immigrants
settle in the places where economic integration is slowest -- in
large urban areas. Even after taking into consideration their
education level upon arrival, their ability to speak an official
language, their admission class and country of origin, the study
found that immigrants achieve income parity with Canadians much
faster in smaller centres.

"Immigrants living outside the largest urban centres can translate
their credentials acquired abroad into a relative income advantage
more easily. They are more likely to overcome their lack of ability
in an official language, quickly learning English or French, enabling
them to increase their ability to generate income faster," Statistics
Canada said. But despite the apparent advantages, immigrants are not
small-town people.

According to the report, fewer than 1 in 40 immigrants lives in a
rural area with a population under 15,000, compared to slightly more
than 1 in 5 Canadians who choose to live in tiny towns. The vast
majority of immigrants -- about 75 per cent -- make Toronto, Montreal
and Vancouver their homes. While those cities offer benefits for
immigrants, such as social and networking with other people from
their home country, they appear not to help immigrants close the
income gap with non-immigrants.

Gilletepress do Victoria Times-colotinist

3 comentários:

** D.P. ** disse...

Será mesmo?
E se isso for uma jogada de marketing das cidades menores?

Bom, milhares de coisas têm que ser levada em consideração... Como a sua área de atuação.

Eu ainda penso fortemente em Montréal, mesmo considerando cidades menores, como Laval e Sherbrooke. Queria ir pra lá antes, pra conhecer... Mas vamos ver!rs

Beijos!

Cau disse...

Não acho que seja jogada de marketing não. Cidades pequenas devem ter realmente seu potencial. Fora o charme né? Acho que o problema está só na falta de informação que temos sobre elas.

Ai, ai, escolher é difícil né? Ainda mais quando só tem opção boa!

Beijos,

Claudia

http://brincandonogelo.blogspot.com

chandra disse...

Yes I agree with you! You can see this do a lot with Indians..they every where in small to large towns! Nice post


Industrial Engineer Job Description