sexta-feira, 18 de abril de 2008

Introducing: CANADA

Hoje estava pensando sobre o quê escrever para o blog. Já tratei aqui de vários assuntos relacionados à imigração, processo via Québec, processo Federal e pretendo continuar. Mas uma coisa que eu percebi é que nunca havia escrito nada sobre o Canada. Em um dos meus posts, eu descrevo um passo-a-passo para imigrar. Mas pulei uma etapa importante: a pesquisa sobre o país, que deve vir BEM antes do que a pesquisa sobre a imigração. Então, resolvi postar (um pouco movida também pelo blog da minha irmã, que espero que estaja no ar em breve cheio de novidade boas) alguns dados e curiosidades que eu sei, que pesquisei, etc.

Introducing: Canada

O Canadá se localiza na América do Norte. É o segundo maior país do mundo em extensão territorial, ficando atrás apenas da Rússia. Faz fronteira apenas os Estados Unidos, tanto ao sul como ao noroeste (com o estado do Alasca). Ao norte localiza-se o Oceano Ártico, a oeste, o Oceano Pacífico, e a leste, o Oceano Atlântico e a Groenlândia. A capital do país é a cidade de Ottawa. O nome Canadá provém do iroquês kanata, que significa aldeia ou povoado. Acredita-se que a origem do nome Canada venha da palavra iroquesa kanata, que significa aldeia ou povoado. Em 1535, nativos americanos vivendo na região utilizaram a palavra para explicar a Jacques Cartier o caminho à aldeia de Stadacona, local onde encontra-se atualmente a Cidade de Quebec. Cartier utilizou a palavra não somente em referência a Stadacona, mas bem como à toda região sujeita ao domínio de Donnacona, então Chefe de Stadacona. Por volta de 1547, mapas europeus passaram a nomear esta região, mais as áreas que a cercavam, como Canada.


Área: 9.970.610 km2

População: 32 milhões

Cidade mais populosa: Toronto

Densidade demográfica: 3,2 hab./km² (219º)

Renda Per capita: $34.273 USD (7º)

Moeda Dólar canadense ($) (CAD)

Cód. ISO: CA

Cód. Internet: .ca

Cód. telef.: +1

Website governamental: http://www.gc.ca/

Línguas oficiais: Inglês e francês

O Canadá é uma federação, apresentando como forma de governo uma monarquia constitucional e uma democracia parlamentar como sistema político. Constitui-se de dez províncias e três territórios. O chefe de Estado do país é a Rainha Elizabeth II do Reino Unido (Elisabeth II) - um símbolo dos laços históricos do Canadá com o Reino Unido — e o governo é dirigido por primeiro-ministros. O atual primeiro-ministro do Canadá é Stephen Harper.

Governo: Democracia parlamentar e Monarquia Federal Constitucional

- Chefe de Estado: Elisabeth II
- Governador-geral: Michaëlle Jean
- Primeiro-ministro; Stephen Harper

O Canadá obteve sua independência em 1 de julho de 1867, do Reino Unido, através da união de três colônias britânicas, a Província do Canadá (atual Ontário e Quebec), a Nova Brunswick e a Nova Escócia. O Ministério das Relações Exteriores do Canadá, porém, continuou a ser controlado pelo Reino Unido. Em 1931, segundo os termos do Estatuto de Westminster, o Canadá adquiriu soberania sobre seu Ministério das Relações Exteriores, e qualquer ato aprovado pelo Parlamento do Reino Unido não teria efeito no Canadá sem o consentimento desta. Quaisquer poderes e direitos que o Reino Unido possuía sobre o Canadá no papel foram removidos no Canada Act (ou Loi de 1982 sur le Canada em francês) de 1982. O gentílico do país é canadense (no Brasil) ou canadiano(a) (em Portugal).

O Canadá é considerado um dos países mais multiculturais do mundo. Tendo sido colonizada por franceses e ingleses, cerca de 45% da população do Canadá possui ascendência inglesa, escocesa ou irlandesa, e aproximadamente um quarto da população do país possui algum grau de ascendência francesa.

Transporte no Canada

O Canadá possui vários acidentes geográficos que são grandes obstáculos ao transporte, como montanhas, grandes corpos d' água e grandes florestas. Mesmo assim, o país possui um dos melhores sistemas de transporte do mundo.

A malha ferroviária do Canadá possui mais de 80 mil quilômetros de extensão. É a terceira maior malha ferroviária do mundo, perdendo apenas para a dos Estados Unidos e ao da Rússia. As duas principais ferrovias do país são a Canadian National Railway e a Canadian Pacific Railway, esta última sendo a primeira ferrovia transcontinental do mundo, tendo sido inaugurada em 1884. Ambas as ferrovias são controladas por empresas privadas. Já a VIA Rail é um serviço ferroviário inter-urbano de passageiros, administrada pelo governo canadense. Montreal é o maior pólo ferroviário do país, seguido por Calgary e Toronto. Toronto e Montreal possuem modernos sistemas de metrô.

Rodovias pavimentadas conectam as principais cidades do Canadá entre si. Delas, destacam-se a Trans-Canada Highway ( La Transcanadienne em francês), que estende-se por oito mil quilômetros desde o Oceano Pacífico até o Oceano Atlântico, e a Via Expressa Macdonald-Cartier, a via expressa mais movimentada do mundo. Montreal é o principal pólo rodoviário do Canadá, seguido por Toronto e Calgary. Montreal possui um extensivo sistema de vias expressas.

Os principais centros portuários do país são Vancouver, Montreal, Halifax e Toronto. O Canal Marítimo do São Lourenço permite a navegação de navios de grande porte entre o Oceano Atlântico até os Grandes Lagos. Os principais centros aeroportuários do país são Toronto, Vancouver e Montreal. A Air Canada é a principal e maior linha aérea do país.

Desenvolvimento da cultura canadense

Cultura Canadense é um produto da história e geografia do Canadá. A maior parte do território canadense foi ocupada e desenvolvida depois de outras colônias européias na América, o que resulta nos temas e símbolos de pioneiros, desbravadores e comerciantes foram importantes no início do desenvolvimento de sua cultura.[1] A conquista Britânica de Quebec em 1759 trouxe uma grande população francófona sob poder britânico. criando uma necessidade de compromisso e acomodação, enquanto a migração do Império Fiel Unido e das Treze colônias trouxe grande influências britânica e estadunidense.

Apesar de não ser livre de conflitos, as primeiras interações do Canadá com populações aborígenes foram relativamente pacíficas, comparadas às experiências com os povos indígenas nos Estados Unidos. Combinado com o desenvolvimento econômico relativamente tardio em várias regiões, essa história pacífica concedeu aos nativos uma infuência relativamente forte na cultura nacional enquanto preservava sua própria identidade.

A Economia

Atualmente, o Canadá possui uma das maiores e mais desenvolvidas economias do mundo. O produto interno bruto PPC do Canadá é de cerca de 1,077 trilhão de dólares, o 11° maior do mundo, enquanto a renda per capita nacional é de 34 273 dólares, 7° maior do mundo. O seu PIB nominal é de 1,1 trilhão de dólares, 8° maior do mundo, enquanto que seu PNB PPC é de 1,051 trilhão de dólares, 9° maior do mundo.

Como uma sociedade industrial influente e de alta-tecnologia, o Canadá hoje lembra os Estados Unidos em seu sistema econômico orientado pelo mercado, modelo de produção, e os altos padrões de vida. Desde 2001, o Canadá não tem sido afetado por depressões financeiras, possuindo a melhor performance econômica dos países da G8. A economia do Canadá é baseado no capitalismo. O país possui uma das mais influentes economias mundiais. Favorecido pela proximidade aos Estados Unidos da América, e através do tratado de FTA (Acordo de Livre Comércio dos Estados Unidos e Canadá de 1989), posteriormente NAFTA (Acordo de Livre Comércio da América do Norte de 1994, que levou à inclusão do México ao FTA). Este acordo gerou um crescimento dos laços comerciais, e da integração econômica com os Estados Unidos.

O setor primário do Canadá — agricultura, pesca e silvicultura — é responsável por 3% do PIB do país, e emprega um total de aproximadamente 675 mil pessoas. O setor secundário — manufatura, construção e mineração — responde por 30% do PIB do Canadá. A manufatura de produtos industrializad

os é responsável sozinha por 18% do PIB canadense, e emprega aproximadamente 2,3 milhões de pessoas. Construção é responsável por 5% do PIB nacional, empregando 820 mil pessoas, e a mineração é responsável por 4% do PIB nacional, e emprega cerca de 285 mil pessoas.

A maior parte do PIB do Canadá provém de seu setor terciário — comércio e serviços, que são responsáveis por 67% do PIB do Canadá. Serviços comunitários e pessoais são responsáveis por 22% do PIB, e empregam 5,7 milhões de pessoas, enquanto o setor financeiro e imobiliário responde por 19% do PIB do país, empregando cerca de 870 mil pessoas. Já o comércio por atacado e varejo responde por 11% do PIB do Canadá, gerando aproximadamente 2,3 milhões de postos de trabalho. Existem três bolsas de valores no Canadá, uma em Toronto — a principal do país — uma em Montreal e uma em Vancouver. A capital financeira do Canadá é Toronto.

Um grande problema na economia do Canadá é a falta de profissionais reconhecidos, de alta educação, no país — muitos profissionais que estudam no Canadá deixam o país para trabalhar nos Estados Unidos, atraídos por melhores salários e menores impostos. Ao mesmo tempo, profissionais qualificados de outros países imigram para o Canadá, mas seus diplomas de ensino superior não são muitas vezes reconhecidos no Canadá.


O Clima

O clima do Canadá caracteriza-se pela diversidade, uma vez que a temperatura e as precipitações variam de acordo com a região e a estação. Enquanto as temperaturas do norte vão acima de 0 C por apenas alguns meses, a maioria dos canadenses vive dentro da faixa de 300 Km da fronteira

meridional do país, onde as primaveras amenas, verões quentes e
outonos agradavelmente frescos prevalecem durante pelo menos 7 meses por ano. As estações ditam a aparência da terra: se a natureza estiver em estado de dormência, os canadenses estarão esquiando... na neve ou na água.

Enquanto as estações do ano sinalizam flutuações na temperatura e número de horas de luz solar, o deslocamento das massas de ar também desempenha o seu papel. O fluxo normal de ar do oeste para o leste é interrompido no inverno, quando o ar frio e seco se desloca do Ártico em direção ao sul, e no verão, quando o ar tropical quente se desloca do sudeste em direção ao norte. Além disso, as montanhas, planícies e grandes cursos d'água também influem nas temperaturas.

A Costa Oeste


A costa da Colúmbia Britânica possui o clima mais temperado do Canadá, graças às correntes de ar quentes e úmidas do Oceano Pacífico. As duas cidades principais, Vancouver e Vitória, desfrutam de verões agradáveis e relativamente secos e de invernos suaves e úmidos. Raramente cai neve em terras baixas e quando isso acontece, geralmente ela derrete no mesmo dia.


As Pradarias

Parte das vastas planícies centrais da América do Norte, as Pradarias estendem-se das Montanhas Rochosas até os Grandes Lagos. Aqui, invernos frios e verões quentes são normais, com precipitação relativamente leve. Por exemplo, na região seca do sul de Saskatchewan, a média das precipitações anuais fica abaixo dos 300 mm. Manitoba, a mais quente das províncias de Pradarias, recebe cerca de 500 mm por ano.

As chuvas da primavera e os outonos secos ajudaram a tornar as Pradarias uma das mais importantes áreas de cultura de grãos do mundo. O cultivo, entretanto, sofre muitos riscos: erosão do vento, seca, tempestades, chuvas de granizo e as inexplicáveis temperaturas baixas e precoces do outono.

Dentre as características notáveis do inverno das Pradarias, encontramos o "chinook" - vento invernal quente e geralmente seco que muito afeta o sul de Alberta. O chinook desce das Montanhas Rochosas e eleva as temperaturas em até 16 graus em um único dia.

Os Grandes Lagos - A Região do Rio São Lourenço

Mais da metade da população canadense vive nas proximidades dos Grandes Lagos ou às margens do Rio São Lourenço. O inverno nessa região traz consigo pesadas nevascas. Os verões costumam ser mais longos e mais úmidos do que em qualquer outro lugar do Canadá. As chuvas variam pouco de um ano para o outro e são suficientes para manter uma das melhores áreas de plantação do Canadá. A temperatura média diária chega próximo aos 20 C, de meados de junho a meados de setembro, podendo ocorrer ondas de calor semanais de 30 C. No outono, são comuns os dias quentes e ensolarados, contrastando com as noites mais frias.

O Canadá Atlântico

A combinação das massas de ar continentais com as correntes de ar oceânicas faz com que essa região tenha um dos climas mais severos e variáveis do Canadá. No inverno, as temperaturas médias podem variar de maneira marcante, uma vez que o ar ártico é substituído pelo ar marítimo das tempestades. As nevascas são relativamente pesadas e a neblina é algo comum na primavera e no começo do verão. O mês mais quente é julho, quando a temperatura média fica entre os 16 e 18 C.


O Norte

Transpondo as Pradarias e a populosa região dos Grandes Lagos-Rio São Lourenço, ao norte, encontramos a floresta boreal. Essa área é geralmente coberta por neve durante mais da metade do ano. O seu "verão" - período sem congelamento - mal dura dois meses. A precipitação é leve, com exceção da costa de Labrador, onde se faz sentir a influência do Atlântico.

Mais ao norte ainda, além da floresta, fica o Ártico. Aqui, as temperaturas ultrapassam 0 C somente durante algumas semanas ao ano. Apenas um metro abaixo da delicada camada de vegetação que cresce durante o verão, o solo mantém-se permanentemente congelado.


A Adaptação às Mudanças Climáticas


Ao longo dos séculos, os canadenses aprenderam a prestar atenção ao seu clima variável e a se proteger contra as excentricidades climáticas. Não obstante as modernas inovações que proporcionam proteção contra os extremos de calor e frio (remoção de neve, shopping centers com calefação ou ar condicionado, meios de recreação interna e complexos de escritórios interligados por passagens internas), um forte sentimento de respeito pela natureza persiste entre os canadenses. De um modo geral, os canadenses tendem a desfrutar as diferentes estações e a beleza inerente a cada uma delas.


3 comentários:

Ri & Ro - Rumo ao Quebec disse...

Rossana,

Beleza de post menina!
De fato é extremamente importante estarmos informados não somente sobre o processo de imigração e a Província do Québec, mas sobre o país no geral, afinal de contas vamos viver no Canadá.

Maravilhosa sua contribuição!

Um grande abraço,

Ricardo e Rosangela

Ale & Dani disse...

Rossana,

Tudo bem ?
Pegue os mapas nestes links:

http://www.stl.laval.qc.ca/i/planreseau/carte-reseau2008.pdf

e

http://www.ville.laval.qc.ca/wlav2/docs/folders/documents/vie_communautaire/plan_reseau_plein_air_2005_verso.pdf

Ale & Dani

Ale & Dani disse...

http://www.ville.laval.qc.ca/
wlav2/docs/folders/documents/
vie_communautaire/
plan_reseau_plein_air_2005_verso.pdf


ou

http://www.stl.laval.qc.ca/i/
planreseau/
carte-reseau2008.pdf