sexta-feira, 12 de agosto de 2011

O Pais do presente

Eu sempre ouvi dizer por ai que o Brasil era o pais do futuro. Futuro esse que nao chegava nunca.
Agora o discurso mudou!O Brasil nao eh mais o pais do futuro. Eh o pais do presente.
Vivendo um BOOM economico, com taxas de desemprego caindo, inflacao controlada e uma reservar de mais de US$ 347 bilhões que o coloca como o pais com a sexta maior reserva do mundo, o Brasil estah em destaque.


Tanto que o PM do Canada esteve essa semana com Dilma para assinar uns acordos. Mas isso eh assunto para um outro post.

Eu so sei que tenho ouvido muito ultimamente, de varias pessoas, coisas do tipo: O que voce estah fazendo ai? O Brasil mudou. O pais estah melhor. O pais isso. O pais aquilo. Pessoas estao imigrando da Europa para o Brasil. O Brasil eh o pais das oportunidades. Tem muito emprego aqui!

Acontece que imigrar pra mim nunca foi uma questao de dinheiro. O que eu tenho no Canada o Brasil nao vai poder me dar nunca, que eh qualidade de vida. Tanto que ir para os EUA nunca me encantou. De que adianta ser um pais super rico, economia super forte, se eu ando na rua com medo de ser assaltada, se a corrupcao come solta e ninguem eh punido, se as pessoas sao criadas para dar um jeitinho em tudo e se dar bem as custas dos outros, onde respeito pelo proximo eh item fora de estoque, se eu trabalho 10 horas por dia e o salario nao compensa no fim do mes, se eu pago impostos que vao pro bolso dos politicos... enfim...

Poderia passar um dia INTEIRO citando as razoes pelas quais nao importa o quanto o Brasil cresca economicamente, eu nao quero voltar pra la.

Se o motivo que te faz pensar em imigrar for apenas dinheiro, talvez seja melhor nem tentar. Por que chegar em um pais novo, recomecar a vida do zero, onde voce nao conhece niguem, nao domina a lingua, nao sabe nada (sim, pois por mais que voce fale a lingua e pesquise sobre o pais, so chegando aqui e' que voce ira saber como e' a vida nesse lugar realmente) nao eh um caminho muito inteligente pra quem estah querendo so dinheiro. Pois imigrar requer tempo, dedicacao, paciencia, garra e muita coragem. O resultado financeiro as vezes demora. Demora mais do que muita gente gostaria.

Mas o que eu tenho aqui o Brasil nao vai me oferecer nunca. Tranquilidade, respeito, seguranca, entre mil e uma outras coisas que eu tambem poderia passar o dia aqui citando.

Imigrar foi a melhor coisa que eu fiz na vida. Nao me arrependo de nada! Faria tudo de novo! ((=



7 comentários:

Cindy disse...

Oiiee Rossana,...

É muito bom ler um post como o seu. Nós também estamos no processo de imigração (já fizemos os exames médicos) e agora estamos só aguardando o consulado nos enviar os vistos. Mas o que procuramos é a qualidade de vida. Como você bem disse, sair na rua sem ter medo de assalto, não ficar assistindo a impunidade..., enfim, poder viver. Olha, aqui no Brasil a coisa não está tão fácil como estão pintando. Acho que está muito complicado.

Adorei o post. Ele me deu mais força ainda para esperar pelos vistos.

Abraços
Cindy

Doug Ramsey disse...

Pois é, é a mesma coisa que fico dizendo pras poucas pessoas que sabem da minha intenção de imigrar. Não é pelo dinheiro, não é pra pagar de gostoso dizendo que moro fora, não é pra ganhar em dólar. Eu quero só poder ir e voltar do trabalho, do mercado, do cinema e não ter que ficar cuidando dos bolsos, da mochila e da minha integridade física o tempo todo.

Fico feliz que você não esteja arrependida, e espero me sentir assim daqui a alguns anos!

Doug
http://jornadaparaonorte.blogspot.com

Ma disse...

Concordo plenamente com tudo!!!

Enjoy your weekend!!!

Cheers!!!!

Diário Canadá Brasil disse...

É isso mesmo, é exatamente o que pensamos.
Concordamos com tudo o q vc escreveu.
Qualidade de vida, é o que buscamos e ponto final.

abraço,
diariocanadabrasil.blogspot.com.br

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Sei bem o que é isso. Tem gente que acha que somos os maiores loucos do mundo por largar aquele paraíso. Ai, se eles soubessem!!!


E a vida segue...

Sandro e Família disse...

Muito bom o post. Ja desisti de tentar explicar porque trocar o pais do futuro para morar na geladeira como alguns pensam.
Assino embaixo a sua reflexao final.

Abraco

Walter Cavalcante de Assis disse...

Dia 30 de abril de 2014 Dilma, em rede nacional de tv, disse que o índice de desemprego estava baixo e os salários altos, mas logo em seguida dise que os beneficiários do Bolsa Família é de 36 milhões (18% da população). As pessoas se acomodaram nas asas do Estado e nem procuram mais emprego.