sábado, 13 de agosto de 2011

Pai

Pai,

Mais um dia dos pais que passamos longe um do outro. Já cansei de falar aos quatro ventos, que a única parte ruim e imigrar, pra mim, é a falta que faz a família e os amigos. É a falta que faz nossa volta pra casa depois do trabalho ouvindo heavy metal e conversando em inglês.  Queria muito poder estar aí e te da um beijo bem grande! Mas já que eu não posso, deixo aqui a minha homenagem a você. Pelo pai maravilhoso, por ter sido um pai sempre presente, por  toda a dedicação, todo o apoio sempre em todas as minhas decisões, por todo o amor, por todo o carinho, por todas as lições, por todos os exemplos, por todos os conselhos, por todas as partidas de Mario Kart e Tetris, pela compreensão, pelas historinhas contadas na hora de dormir quando eu era criança (criança sim, por que pequena eu ainda sou) por todos os momentos compartilhados! Por estar ao meu lado sempre, ainda que geograficamente distante! Longe dos olhos, mas perto do coração!

Te amo muito! Feliz dia dos pais!!

2 comentários:

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Pra nós é o segundo longe dos nossos papais.

E a vida segue...

Prof. Sergio Menezes disse...

O vazio da saudade é imenso...
a vida segue...
na esperança do reencontro.
bjs
Sérgio