quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Eis que... UM ANO!

Minha nossa senhora do Fast Forward!!! UM ANO!!!!


Sentimento paradoxal dentro de mim! Ao mesmo tempo que eu penso: "Nossa, parece que moro aqui há eras, pois já estou super adaptada, super acostumada com tudo." eu penso: Oi? Que? Um ano? Mas foi onteeeeeeeeeeeeeeeeem que eu cheguei aqui!!


Zupt! Passou!


Vou tentar deixar, nesse post, a minha impressão desse primeiro ano por aqui. Porém, antes, gostaria de deixar bem claro que isso é uma opinião PESSOAL E INTRANSFERÍVEL e que não é uma regra, é o que aconteceu COMIGO e é como EU ME SINTO!


Bem, vou começar meu post dizendo que imigrar foi a melhor decisão eu EU tomei na MINHA VIDA.


Dizem que passamos por várias fases:

Estágio 1: Período de Euforia - período de fascinação
Antes ou logo após a chegada no Canada você pode:
  • Ter grandes esperanças e expectativas - ok
  • Sentir que é um momento muito emocionante - ok
  • Sentir que tudo é novo e interessante - E realmente eh... vamos combinar?
  • Sentir-se muito confiante e que pode lidar facilmente com os problemas e estresse
  • Tender a se consentrar sobre as semelhanças entre sua cultura e do país - Bem, nessa parte eu me consentrei mais nas diferencas mesmo... pois esse foi um dos motivos que me fez sair do Brasil...

Estágio 2: O Desencanto - frustração, irritação e hostilidade
Durante os primeiros seis meses você pode:
  • Ter boas e más experiências - Tipo, OBVIO...
  • Sentir-se muito feliz com os desafios que venceu - Ai Ai 
  • Sentir-se muito frustrado, confuso e decepcionado - Nao lembro dessa parte nao...
  • Sentir-se deprimido com as dificuldades que estão enfrentando - Serio, eu nao acho que tive dificuldades nao. Tive foi muita sorte e tudo deu muito certo.
  • Sentir-se muito positivo em um dia e muito negativo no seguinte - BIPOLAR ALERT: ON - Mas o pior eh que acontece mesmo!
  • Focar sobre as diferenças entre si próprio e os canadenses - Mas minha gente... eu sou canadense, so nasci no lugar errado...
  • Sentir falta de sua família e não sentir qualquer conexão com o Canadá - Sentir falta da família, SEMPRE. Não sentir conexao com o Canadá NUNCA. Senti desde o primeiro dia!
  • Ter dificuldade de sair da cama de manhã - Só de preguiça mesmo!
  • Ter dificuldade para dormir - Nâo... meu namorado me chama de ursa, pois diz que eu nao durmo, eu hiberno...
  • Ter dificuldade em ir ao trabalho ou procurar emprego - #NOT
  • Desenvolver problemas com seu parceiro e filhos - Bem, isso REALMENTE eh muito comum... praticamente uma regra. 
  • Sentir-se indiferente e querer deixar de fazer as atividades normais - 
  • Perder o apetite - HAHAHAHAHAHAHAH
  • Sentir saudades do seu país e de entes queridos - De novo, de entes queridos sempre... do meu pais, NEM!! 
  • Sentir-se culpado por ter deixado a família para trás - Acho que todo mundo sente um pouquinho, neh? Passei por situacoes como meu pai e minha avo hospitalizados... a sensacao eh horrivel... mas tudo na vida traz consequencias... e eh melhor voce estar bem resolvido quanto a isso...
Esse estágio durou alguns minutos... e eu não passei por todos... tive meus momentos ruins, mas que duraram pouco, Saudade da família é uma coisa que não passa nunca, mas que a gente aprende a administrar. Bem, algumas pessoas aprendem, outras não. Eu aprendi. NUnca senti saudade do meu país. Isso sou EU! EU, Rossana, NUNCA senti saudade de NADA do meu país. Estou aqui há um ano e, novamente, sinto falta das pessoas, da família, dos amigos. Mas não do Brasil, não da minha cidade. De ABSOLUTAMENTE NADA. Mas isso sou EU. 


Estágio 3: Ajuste gradual - ou recuperação
Durante esta etapa de sua adaptação:
  • Você começa a sentir-se em melhor controle de sua vida conforme ganha uma melhor compreensão do Canadá e dos canadenses
  • Se sente mais confiante nas suas habilidades no idioma
  • Gradualmente se envolve com a comunidade
  • Compreende melhor como se adaptar à vida no Canadá
  • Tem uma idéia melhor do que fazer para conseguir o que quer
Esse estágio também durou pouco... me senti perdida por um tempo, mas acabei achando o caminho!

Etapa 4: Aceitação - adaptação ou aculturação
Durante esta fase de sua adaptação:
  • Você se sente mais confortável em sua nova cultura
  • Pode ter feito alguns amigos
  • Pode se envolver mais
  • Entende o novo sistema melhor
  • Não se arrepende de ter ido viver no Canadá
  • Pode estar estudanto, planejando voltar para a escola, ou trabalhando em empregos de melhor qualidade
  • Geralmente sente-se contente
Esses 4 estágios tão parecendo mais os estágios do luto, mas vamos lá... Acho que estou nessa fase. Voltei pra faculdade, Montei minha casa, fiz novos amigos, estou trabalhando na minha área e muito satisfeita, me sinto em casa na cidade, não me sinto uma outsider. Esse sentimento eu tinha no Brasil. Aqui eu me sinto no meu lugar. Aproveito o que a cidade tem para me oferecer. Já viajei e planejo outras viagens.
Não me arrependi de ter imigrado. Faria tudo de novo! Adotei o Canada como meu país. 

Hoje eu já parei de comparar o Canadá com o Brasil e passei a ver o país com os olhos de uma pessoa que mora aqui e não com os ollhos de um turista que acha tudo lindo. No entanto o Brasil NÃO passou a ser um lugar maravilhoso, não passei a ter uma visão romântica e saudosista do Brasil. Continuo achando a mesma coisa que achava antes: um lugar para onde eu não PRETENDO voltar a morar e ESPERO não PRECISAR. 
O Canadá tem seus defeitos, mas está LONGE de ser um lugar que me fez sentir arrependimento. 

O frio É COMPLICADO! Para a maioria. EU AMO! Adoro frio, adoro neve mesmo com todos os transtornos eu ainda prefiro do que o calor de Recife. Levei uma queda patética hoje, por causa do black ice, mas ainda assim: FRIO FTW!  Vejo muita gente quebrando a cara aqui e reclamando do frio. Não sei se achavam que tavam vindo pro Hawaii... ou se era exagero do weather channel... só sei que tenho visto muita gente pedindo penico. Para mim tá show! Mas eu não sou parâmetro, não sou uma imigrante padrão e sou louca! OK! EU aceito! Mas é assim que eu sou!


Nesse um ano aprendi que:


  • No Canada faz calor sim!
  • No Canada tem Panela de Pressao SIM!
  • Eu encontro calcinha aqui igual as brasileiras, e nao eh em loja de brasileiro nao, eh na Victoria Secret ou La Senza...
  • Canadense nao eh frio, MUITO pelo contrario
  • A comida no canada nao eh ruim... se voce acha isso, SO SORRY, mas vc ta comendo nos lugares errados...

Não vou me extender muito por aqui não... pois tenho sempre publicado o que está acontecendo, então nada do que eu to falando aqui é novidade... é mais um resumão... retrospectiva... e mais uma vez: MINHA VISAO DA VIDA NO CANADA (TORONTO na verdade, por que a vida em Nunavut não deve ser tão legal UAHUAHUAHAUH)

Não pretendo abandonar o blog depois do aniversário de um ano. Mesmo com a vida na rotina eu acho que ainda tenho muito para contar, tenho muito o que passar aqui, tenho muito a aprender e a compartilhar e mesmo que não tivesse, sou jornalista e escrever está no meu sangue, LOGO, digo ao povo que fico!

Acho que a partir de agora os posts podem ter um caráter mais diferente, já que a fase acabeidechegaretocheiadedicas passou... mas continuarei falando sobre o Canadá, a vida, a rotina... enfim... 

Caso tenham perguntas ou sugestões de posts, podem fazer aqui ... to sempre vendo e respondendo os comentários! 

E como dizem eles por aqui,

Cheers

10 comentários:

Leonel Luiz disse...

Gostei do posto Rossana. Eu não vejo a hora de sair do Brasil. Vejo as coisas acontecerem e fico indiginado com essa sociedade tão mal educada. Esse calor infernal, não sei como é o inverno porém esse calor está demais. Eu concordo com você, vou sentir mais falta da minha família do que do Brasil. Embora que a saudade é administrável como você colocou.

Thiago disse...

Rossana,

Se quando eu fiz um ano de imigração, tivesse feito um post listado assim, ele ficaria exatamente igual o seu. Saiba que existe pelo menos outro imigrante que nunca se arrependeu de ter vindo, e que nunca sentiu falta de seu país (só das pessoas).

Parabéns pelo post,
Thiago

Rêver du Québec disse...

Que bacana, passou rápido mesmo, parece que foi mesmo ontem que li seu post de despedida....
Fico muito feliz pela sua adaptação, e te desejo muita sorte, Bjs

Gisela Garcia disse...

Ei Rossana,
Como futura imigrante - e tb jornalista e fotógrafa, rs...- acompanho o seu e outros blogs meio de longe, sem me envolver muito.
Parabéns pelo post, achei muito sincero e muito interessante.
Vc trabalha em que aí? Fiquei super curiosa.
Por enquanto não criei um blog, pois ainda estamos juntando a papelada pra dar entrada no processo. Mas assim que fizer isso, volto pra trocarmos ideias...
Abraço
Gisela

Rossana disse...

To me estressando com a diagramacao desse blog... se ele nao fosse tao antigo e tao cheio de informcoes eu Juro que mudava!

Diogo Lopes disse...

AEeee! Parabens pelo primeiro ano!! Mas tipo assim; Esse sou eu.

† П. Пachado Vanègue † disse...

Eu não sinto saudades de Recife não , é realmente a familia e amigos que mais sofremos! Como só tenho um tio e uma irmã (mãe faleceu de cancêr a uns anos) realmente quase nada me prendia em Recife. O povo de Recife é um pouco mal-educado e isso incomoda viu. A comida do Canadá também não é ruim, eu sou sem frescuras e como qualquer coisa, no começo que cheguei no Canadá foi difícil comer, porque eu estava grávida e muito enjoada, mas foi muito bom conhecer as terras e ter um filho canadense hehe. Mas #voticontá, não sou fã de frio, não sei se é pq sou esquelética e qql friozinho eu me tremo na base, mas não sei, acho que o Sol tem uma energia boa e olhe que sou fã daquele black metal norueguês dos infernos huahuahu. Aqui em Seattle a temperatura é similar a Vancouver. Saudades de Vancuvão!

Mas você está na frente de muitos Brazucas que vão e não aguentam passar um ano.

Gostei de ver!

Abraços!

Carla Serafin disse...

Oi Rossana,

Adorei o post, muito mesmo.

Sempre entro no seu blog em busca de atualizações, afinal foi o primeiro que eu vi e foi ele que me contou sobre o Canada. Estava procurando algo para fazer um exercicio de frances e sei la porque cai no seu blog, então eu descobri o Canada e a imigração.

Continue postando! E tudo de bom pra vc aí!

Carla Serafin

:) Família Feliz :) disse...

Parabéns pelo post, ficou ótimo!
Podemos preceber claramente o quanto vc está feliz!
Bjs Cristine

Com o pé no Canadá disse...

Adoreeeei o post!
Me deu vontade de mostrar ele p todo mundo q fica me falando "mas e se vc se arrepender", "lá é muito frio", "vc vai ficar longe da sua familia?", "mas vc vai sem emprego?"... aff...
Amei, amei e amei!!!

Bjs, Sa