domingo, 23 de agosto de 2009

[OFF Topic] LUTO - Grão - Mestre Chiu Ping Lok



Gostaria de deixar aqui a minha homenagem ao Grão- Mestre Chiu Ping Lok, ou Mestre Lope como é conhecido. Ele foi o pioneiro do kung fu no Brasil e criador do estilo Fei Hok Phai (Escola do Sul) da qual sou praticante há 7 anos. Ontem o nosso Grão-mestre e pai veio a falescer. Gostaria de agradecer a toda família Fei Hok Phai e ao nosso eterno Mestre por tudo o que ele fez pelo Kung fu no Brasil e no mundo e por cada um de nós, a quem considerava filhos. Pode ter certeza que daremos continuidade ao seu trabalho, honrando sempre os princípios das artes marciais ensinados pelo senhor.

Muita saudade.

Rossana



Histórico:




Chiu Ping Lok nasceu na província de Cantão, ao sul da China e aos quatro anos começou sua prática na arte marcial chinesa do Kung Fu com seu tio Sam – Um. Na China cada distrito possui um instrutor de arte marcial, que ensina a seus moradores, sendo pago pelo próprio distrito, e foi assim que Chiu Ping Lok, apesar da pouca idade, além de praticar Kung Fu ainda ajudava na sua divulgação. Aos 8 anos recebia suas primeiras de pintura de seu tio Tam sai Sil, completando seu desenvolvimento artístico com outras formas de expressão, como teatro e música.

Aos 15 anos por questões políticas Chiu Ping Lok e sua família saíram da China e passaram a residir em Hong Kong (na época protetorado britânico). Foi lá que o talento desse jovem tomou novos rumos, enriquecendo-se pelo contato com outras modalidades de expressão artística e artes marciais que acentuariam sua formação. Foi também em Hong Kong, que veio a entrar em contato com o Tai Chi Chuan e aprofundou-se nos conhecimentos dessa arte, embora nessa época, achasse aquela movimentação muito lenta e carente de ação. Também teve noções de acupuntura chinesa com mestre Hui, e de Yoga com um grupo Hindu, que excursionou pela região.

Chiu Ping Lok sentiu os benefícios da milenar arte da Índia, com relação a sua importância no sistema corporal cardiovascular assim como atividade relaxante, sobre tudo quando praticado após a movimentação do Kung Fu. Mestre Man Sim amigo de seu tio, um instrutor cego, que justamente devido a sua deficiência, desenvolveu e aprendeu a transmitir uma sensibilidade quase extra sensorial. Com ele Chiu Ping Lok aprimorou sua percepção num grau muito mais alto e refinado. Outras pessoas de destaque influenciaram no seu desenvolvimento foram: Mestre Lam Fei Hung, conhecido como Ti Tao Hung (cabeça de Ferro) , praticante de Hung Gar, que em demonstrações era capaz de entortar três barras de ferro e depois desentortá-las , batendo na cabeça que era calva. Mestre Hum Mil Sin , do estilo Mo Gar, e o velho Sin Pak, muito bom em técnicas de Si Mei Kwan (bastão rabo de rato) e Pa Kua Kwan, além de técnicas Noi Kun (chamado de Kung Fu divino, por enfatizar a energia interna). O que muito contribuiu para a riqueza e variedade de sua formação marcial, foi Ter um colega, cujo pai trabalhava em uma industria cinematográfica, aonde pode adquirir muita experiência em vários estilos e métodos de combate, treinando e atuando como figurante em vários filmes chineses. Em 1961, com 24 anos, Chiu Ping Lok, chegava ao Brasil, para em seguida ir aos Estados Unidos, aonde junto com a família pretendiam fixar residência. Contando com apenas com o auxilio de seu tio, no Brasil teve que superar o choque cultural existente entre o oriente e o ocidente. Com ajuda de um amigo foi aprendendo nosso idioma. A adaptação foi se dando de forma natural, e a receptividade e o calor humano do povo brasileiro foi conquistando o jovem chinês que então já dava aulas de Kung Fu, todos os finais de semana, no centro social Chinês de São Paulo (1963), aos chineses residente no local. Então suas qualidades de mestre, foram mais fortes que as diferenças raciais e culturais.

Chiu Ping Lok foi o primeiro pioneiro da Arte Folclórica Chinesa da Dança do Leão e representante da International Dragon and Lion Dances Association Limited (Associação Internacional de Dança do Leão e Dragão Ltda) no Brasil desde 1961. Em 1969 inaugurou a Academia Tai Chi Yoga e Kung Fu, na rua Catequese 72 em Santo André, São Paulo, sendo a primeira academia de Kung Fu registrada no país, onde ficou até em 1974. Em 1974 fechou a academia e passou a dar aulas no Clube dos Alemães, também em Santo André aonde ficou até em 1980. Em 1980, inaugurou a atual Academia Tai Chi, na rua Santo André 662, com o prédio ainda em construção, dando apenas aulas de Kung Fu na garagem do prédio. O prédio só ficou pronto em 1984. A Associação Fei Hok Phai, foi fundada em 1º de agosto de 1986 no prédio da academia Tai Chi, onde funciona até hoje.



http://www.feihokphai.com.br

4 comentários:

LiliX disse...

puxa....eu acho kung fu muito fera...
Pq num é só aquela chatice quadrada de luta de japa...rs...desculpa sou sincera! hahahahaha

Eu fiz capoeira 6 anos...e adoro coisas acrobáticas...um dia vou experimentar esse tal kung fu....aliás tem q ser rápido antes q eu vire uma baleia nórdica....aff...essa ansiedade pré viagem tá dose...acho q engordei uns 30 kilos!
:/

Leila disse...

Grão Mestre Chiu Ping Lok, gostaria de agradecer imensamente todo beneficio que sua arte marcial proporcionou ao meu filho, em um momento muito importante de sua vida, sua missão terrestre se finda e o Sr. com toda a certeza é recebido com honras e glória na casa de Nosso Pai, que seus discipulos e sua familia tenham sua força e continue seu trabalho tão bem desenvolvido até hoje. Até mais fique na Paz de DEUS. Leila

Leila disse...

Grão Mestre Chiu Ping Lok, gostaria de agradecer imensamente todo beneficio que sua arte marcial proporcionou ao meu filho, em um momento muito importante de sua vida, sua missão terrestre se finda e o Sr. com toda a certeza é recebido com honras e glória na casa de Nosso Pai, que seus discipulos e sua familia tenham sua força e continue seu trabalho tão bem desenvolvido até hoje. Até mais fique na Paz de DEUS. Leila

AnaCarol disse...

aahh que legalllllllll!!

aaii soha guentei fazer 4 meses...
pois eh, o kung fu literalmente 'testou' minha paciênciaaaaaa!
mas adorei!

poxa ia ser mt legal poder chegar ai e fazer kung fu! ;)
equelibra mente e corpo...

bjusss