sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Em Sampa


E eis que chegou o grande dia. Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida. Durante todo esse tempo de processo, enquanto lia os relatos nos blogs das pessoas que já haviam chegado ao Canadá, eu me perguntava se o meu dia chegaria também. E ele está aqui! O dia começou com farra. Amigos aqui em casa, jogando mímica, conversando até as 3h30 da manhã. Eu acabei de resolver TUDO o que tinha que resolver mesmo ontem (na quinta 14). Por mais que a gente se prepare, por mais que a gente planeje, sempre há algo que esquecemos e deixamos pra última hora. Fechei as malas, definitivamente, ontem, depois de decidir o que ia onde e pegar as encomendas e comprar algumas coisas. Fui dormir umas 4h. Acordei as 7h. Por incrível que pareça eu não fiquei nervosa. Me perguntaram se eu havia tomado rivotril (rsrsrsrs), mas não tomei nada. Só estou um pouco ansiosa, mas tão feliz, tão feliz que não sobra espaço pra nervosismo. Cheguei no aeroporto umas 8h40. Fui embalar as malas no protect Bag e depois fazer o  drop bagage. É CLARO que a mulherzinha da TAM veio dizer que eu não podia levar o 3º volume, mas depois de muito vai lá, vai cá, ela disse que ia liberar, mas que era uma SUPER concessão,  e que de outra vez não liberaria e blá, blá, blá. Mas enfim, o importante é que ela liberou e deu tudo certo! (=
Depois disso fui na receita declarar os bens e valores. Os bens, mesmo fazendo conexão em São Paulo, você pode declarar em Recife. No meu Caso foi só a câmera, pois no note é fabricado aqui (apesar de ser Toshiba). Já os valores – leia-se $$ - tem que ser declarado na cidade onde você vai sair do país. No meu caso, são Paulo (acho que o de todo mundo).  Na volta da Receita, já estava na hora de embarcar. Deu tempo só se ir na farmácia comprar a pomada pra minha tatuagem – fiz mais uma sábado passado -  e me despedir do pessoal. 
Despedida é sempre uma coisa dolorosa. Mas foi muito legal poder me despedir dos meus amigos e da minha família no aeroporto. Dar um abraço bem apertado. Dói ver minha mãe chorando, minha vozinha toda tristonha, dói saber que não poderei mais conviver diariamente com minhas irmãs, mas tudo na vida tem um preço e eu estou indo atrás do meu sonho.  E acho que é o que todo mundo devia fazer.
No aeroporto foi tão corrido que nem tiramos fotos. Um absurdo isso. Depois das despedidas, já na sala de Embarque, encontrei com Dulce e Rosendo, que estão indo para Montreal, mas iremos juntos até Toronto.  A viagem de vinda para São Paulo foi tranqüila. O vôo tava LOTADÃO, mas foi legal. Pegamos umas turbulências logo que saímos de Recife e depois já Perto de São Paulo. Foi divertido!!
É engraçado perceber, toda vez que entro em um avião, o quanto eu gosto de voar. Avião é uma coisa que me fascina. Não importa quantas vezes eu já voei, mas sempre me sinto como se fosse a primeira vez.
Chegando em São Paulo fomos atrás do Balcão da Air Canada, mas o check In só abriria dali a uma hora. Fomos então na Receita. AVISO: ao comprarem dólares e TC’s guardem os papéis que receberem, pois vão precisar mostrar aqui. Lá fomos atendido por um senhor, descendente de japonês mega simpático. Até de Rossaninha me chamou. Resolvemos tudo rápidão e fomos comer. A melhor opção aqui, para imigrantes LISOS como eu, é a McDonalds. Comemos e depois fomos para o Check In. Como já havíamos despachado as malas em Recife direto para Toronto, pegamos uma fila bem menor. Isso feito, embarcamos, passamos pela polícia federal sem maiores problemas e nesse momento estou no portão de embarque, esperando 3 longas horas pelo tão esperado vôo.
Próximo post, from Toronto!!
Kisses, bisous, beijos

4 comentários:

Pisbuscando disse...

Oi, Minha Linda:
Adorei abrir o seu blog e encontrar os detalhes da sua viagem. Fico feliz por você estar feliz realizando um sonho.
Estamos todos aqui torcendo e rezando para que você consiga TUDO o que almeja.
Beijos em seu coração e não se esqueça do nosso segredo JAMAIS.
Beijos Tia Lou

Rafael disse...

Nossa!!

Mega momento importante mesmo!! é uma sensasão toda estranha estar deixando sua familia para correr atras do seu sonho. Eu sei, pq ja fiz isso umas 3 vezes.. já estou meio q acostumado. Minha esposa não. Mas no fundo é bom saber que voce está realizando algo pelo qual batalhou tanto e tanto sonha!

Boa viagem, que tudo ocorra bem no resto dela, que o landing tambem seja tranquilo, e .. Rumo ao sonho. Em breve nós estaremos aí também!!

Abraços!!

Dani e CM disse...

Rossana
Tudo de bom na nova etapa
Agora eh so emocao

Danielle

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Estamos ansiosos pelo primeiro post nas terras geladas com toda a alegria que com certeza está a caminho.

E a vida segue...