sábado, 23 de janeiro de 2010

Passeando pela cidade

Ontem fez um dia lindo por aqui. Tava em torno de zero graus, pra variar, mas a sensação térmica tava em -4 por causa do vento. Uma coisa legal do inverno daqui é que os dias não se resumem àquele céu cinzento e carregado de nuvens. Há dias de céu bem azul e bem ensolarado, como ontem. O pró é que, em dias assim, venta MUITOOOOOOOOOOOOO mais, então acaba ficando "mais frio".




Infelizmente minha programação para ontem era de procura de emprego. Estou com dois appointments marcados em duas ONGs que te ajudam a entrar no mercado de trabalho. Uma próxima sexta com a COSTI e uma dia 16 de fevereiro no Abrigo Centre. Ambas no Dufferin Mall. Mas, enquanto isso na sala de justiça, eu estou na internet a procura de um trabalhinho, qualquer que seja, só pra eu poder pagar as contas no fim do mês sem ter que gastar todo o meu parco dinheirinho que trouxe do Brasil.

Uma coisa que eu achei interessante nas minhas buscas é como essas história de imigrante é uma coisa normal no dia-a-dia do canadense. Tanto que toda vaga de emprego que você vai aplicar, tem um questionario lá, que você põe, nome  e preenche umas coisas com sua experiência  e SEMPRE tem uma opção lá embaixo pra você marcar se você tem permissão para trabalhar no Canadá:

  • para qualquer empregador - ou seja, se você é residente permanente
  • Apenas para seu empregador atual - Ou seja, você tem um visto de trabalho, mas para te contratar a empresa tem que entrar com um processo para revalidar seu visto de trabalho
  •  Não tem permissão para trabalhar  - o que quer dizer que seu empregador tem que entrar com TODO o processo de visto
 Mandei CVs para vários, torçam ai por mim para que pelo menos um empreguinho eu consiga logo.

A tarde, quando Fabinho chegou do trabalho, fomos dar uma volta no Dufferin Park pra tirar umas fotos. O dia ainda estava lindo e tava fazendo -1. Eu sai com minha câmera e sem luvas e quase congelo as minha patinhas. Logo quando chegamos tinha um school bus parado com um sol bem legal atrás dele. Fomo fazer uma foto e um guarda chegou perguntando o que estávamos fazendo. kkkkkkkk A gente explicou. Ele foi super educado e pediu pra que tomássemos cuidado para não fotografarmos as crianças, pois é proibido e tal. A gente mostrou que não tinha crianças nas fotos, ele agradeceu, pediu desculpa e foi embora.

Aqui eles são super protetores com crianças. O governo de uma maneira geral.








Agora na TV tá passando uma reportagem sobre atropelamentos. Eles estão muito preocupados com as taxas de atropelamentos. Ontem vi um aqui perto. UMA vítima. 2 ambulâncias, 3 viaturas da polícia e um helicóptero ¬¬
Acho que a polícia não tem mesmo muito o que fazer por aqui.
Outra coisa interessante aqui é o clima. Como no inverno é muito seco, não temos problema com mofo. Então quase não espirro e não estou tendo asma (((= Por outro lado a gente tem que passar hidratante o tempo todo, pois a boca resseca, a pele resseca, o nariz sangra quando você assoa... Mas nada que um aparelhinho de umidificar o ar não ajude. Eu tomei meu primeiro choque - do nada - por causa da energia estática - que aqui por causa do clima seco se forma muito fácil - então as vezes as paredes dão choquinhos, as roupas... você dá choque hahahaha eu tomei um na cadeira! BIZARRO!

Sensação estranha:

Ontem, por volta das 21h, um amigo me liga:
"Vem aqui pra casa, vamos tomar vinho e eu quero te apresentar o pessoal que trabalha comigo"

Eu: "Ok, mas... errrr... como chego aí?"

Ele: "Pega o TTC desde na parada x. Pega o Street Car, desce na parada Y. É a segunda a direita"

Eu: "err... ok"

E pensei comigo: Porra, são 9h da noite, como vou pra casa dele sozinha e sem carro?

Depois de um tempo a ficha caiu: ahhh eu estou no Canadá. E lá fui eu.
Andei até a estação do metrô, tudo muito movimentado, tudo muito normal. Fui até a Spadina, desci, peguei o bonde... tudo tranquilo... ai eu penso... "to chegando...vu ligar pra ele pra perguntar  o número da casa... mas não vou tirar meu cel da bolsa aqui no meio da rua... vou entrar na Burger King pra ligar..."
É nessa hora que você vê TODO mundo no meio da rua falando nos seus Iphones e blackberries, ouvindo seus Ipods, etc... e a ficha cai de novo: to no Canada.

Quando entrei na rua que ele mora tive a visão lindaaaaaaaaaaa da CN tower toda acesa. Muito linda! ><
Entrando na casa eu cometo uma gafezinha: mesmo estando careca de saber que ngm entra aqui de sapato na casa dos outros, na prática o hábito fala mais alto e eu entrei de botas... FAIL!
Lá conheci o pessoal, ou parte do pessoal, que trabalha/mora com ele. Duas canadenses, uma da Sérvia e uma da Bulgária. Todas muito gente boas. Passei a noite trocando idéias com a búlgara sobre fotografia e conversando com uma das canadenses que é de uma cidadezinha próxima a Winnipeg. Ela é suuuuper gente boa. Passamos a noite, eu, ela e meu amigo, conversando sobre a cultura e os costumes canadenses, o jeito de cada província, foi muito legal. Depois voltei de metro - a 1h da manhã - pra casa. Super tranquilo.

Bizzarice do dia:

Aqui, todos os interruptores são no lado de fora dos cômodos. O que pra mim faz muito sentido, já que você pode acender a luz antes de entra no cômodo, em vez de ficar tateando no escuro. Mas o hábito é foda e eu sempre fico procurando o interruptor na parede interna do cômodo.
Então, hoje Binho e Denise (que estão me hospedando) foram para Niagara Falls e eu fiquei aqui, pois não tô querendo gastar grana desnecessária. Seria hospedagem e tal... enfim, fiquei. Aproveitei pra dormir até tarde. Fiquei falando no Skype com a família. Quando desligamos eu me troquei e fui bater pernas. Sim, sim... sozinha! ALL BY MYSELF! Peguei o metro, depois o street car... google maps no telefone, só para casos de emergência. Então fui até a CN Tower e redondezas. Resolvi almoçar por lá mesmo. Meu almoço me lebrou MUITO a minha irmãzinha linda!!

Só porcaria... Carolzinha ia adorar!


Depois fui andar e tirar fotos...



















Essa é a sede da CBC






 Camapnha para as Olimpíadas de Inevrno


Depois disso peguei o bonde de volta e desci num mercado que lembra o mercado Pop... lojinhas com roupas bem alternativas, uma galera bem jovem e bem alterna mesmo.
Uma coisa que eu acho estranha aqui também é que quando tem uma loja dessas na rua, sem ser em Shopping, as pessoas colocam algumas mercadorias na porta, tipo, do lado de foraaaaaaae não fica ninguém tomando conta! E detalhe, porta fechada por causa do frio!

Na volta parei no Wallmart para comprar minha jantinha.


 Esse saco aí embaixo é rainbow salad. Vem como várias coisas já desfiadinhas. Tudo aqui é muito prático, já tem cortado, embalado. Se quiser organico, tem, se quiser inteiro, tem... você é quem manda!

Os fogões aqui não têm fogo. Eles esquentam essa serpentina que aquece a panela.

Et Voilá!

Por hoje é só pessoal!!

Até a próxima!

8 comentários:

José Almeida e Lúcia disse...

Pow legal Rossana, esses primeiros dias ai neh? Ainda bem que tah mantendo a promessa de escrever sempre, vamos ver até quando... hehehehehe. E pode deixar que vou ficar aperriando carol para ela marcar os encontros e o grupo não acabar. Bjos e até a próxima

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Por hoje é só? Quero mais, afinal cada post seu é uma viagem, me sinto já no Canadá. Você viu como é difícil nos habituarmos a viver num lugar mais seguro? Já tô aguardando o próximo post. E pode deixar que você e o seu job já estão nas minhas orações.

E a vida segue...

Pati disse...

Oi Rossana, tenho me divertido mito com os seus posts de exploradora por Toronto.

Muito sucesso para você!

abraço,
Patricia

Tatiana disse...

Toronto mudou muito desde a ultima vez que estive aí... rs tb lá se vão 6 anos!!! kkkk
Essa do interruptor do lado de fora é novidade para mim. Ao menos em québec, são do lado de dentro rs
è
É, o fogão aí, a maioria, é elétrico e nao a gás. Mas tem a gás tb, mas pelo que vi, a maioria opta pelo eletronico pq é mais seguro, já que as casas aí são feitas de um material diferente (n tem tijolos etc) por isos retem calor (ja que a maior parte do ano é fria r) e com isso, no inverno a probabilidade de incendio aumenta etc, e eles têm uma preocupação muito grande com isso etc. Eu sei que minha amiga quebequense me falou uma vez que jamais iria ter um fogão a gás porque ja viu a casa de uma amiga ser totalmente queimada por causa disso.
Enfim... heheh é isso!
Ah e o clima mudou muito tb, alias tá mudando! ESse inverno tem sido bem diferente!
Ate mesmo em Montreal por exemplo tem sido mais quente;
Qdo eu estava em toronto em 2004, passei tanto frio, peguei uma seman inteira cinzenta e de -30

Bjs
Tatiana

Fabiane Camargo disse...

oi Rossana, obrigada por compartilhar seus primeiros dias e suas impressões conosco! Isso já nos dá uma idéia do que iremos encontrar. Acho que eu vou direto "esquecer" que estou em um local seguro hehehe atender celular no meio da rua? NEM PENSAR hehehe acho que vou parecer uma maluca. Um beijo e muita sorte e sucesso.

Jéssica e Moshe disse...

Olá Rossana, estamos acompanhando seus primeiros passos, os posts estão muito legais, dá até para se sentir um pouquinho aí! Gostaríamos de desejar muito sucesso para você.
Tudo de bom!!!!

kaka disse...

Rossana tudo bem? olha eu sou de Recife e sempre acompanho seu blog...cheguei em TO( residente tb) em dez. e estou na procura de emprego, essas coisas...entao tava querendo te conhecer ja que a gente ta no mesmo barco neh ehehhe caso vc queira meu email eh karinagpaiva@hotmail.com a gente se fala!! e tudo de melhor nessa vida nova neh :)

Sávio & Natália disse...

Pow rossana tu num aparece e nenhuma foto, to começando a achar que tu ta no parque da jaqueira! hehehe
Sucesso, torcemos mto por vc!
abraços